Onda de calor que atinge o RS faz com que cidades registrem maiores temperaturas das últimas décadas

Por Editor em 13/01/2022 às 10:56:32
Uruguaiana, na Fronteira Oeste, registrou maior temperatura dos últimos 62 anos. Quaraí, também na Fronteira, dos últimos 16. Calor deve ser ainda maior nesta sexta-feira (14). Termômetros registraram temperaturas acima de 40ºC em regiões do RS

RBS TV/Reprodução

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de que regiões do Rio Grande do Sul registrariam temperaturas de 43ºC até o fim da semana já se confirmou. Há cidades em que os termômetros chegaram aos 44ºC na quarta-feira (12), como é o caso de São Borja, na Fronteira Oeste.

Em Uruguaiana, por exemplo, a estação do Inmet apontou 41,1ºC na tarde de quarta. Segundo a meteorologia da Climatempo Fabiene Casamento, essa foi a temperatura mais quente registrada na cidade nos últimos 62 anos.

"Essa foi a maior temperatura máxima na estação desde seus registros, que começaram em 2006. Superando os 41°C em 19 de fevereiro de 2021 e os 40,9°C nos dias 20 de dezembro de 2011 e 1º de janeiro de 2022. Lembrando que a climatologia de janeiro é de 32,3ºC em Uruguaiana", relata.

Outras cidades do Rio Grande do Sul também bateram recorde. Quaraí, também na Fronteira, bateu 41,5°C na quarta. Foi a maior temperatura desde o começo dos registros, em 2007 – a maior dos últimos 16 anos. A cidade tem temperatura média de 31,3ºC para janeiro.

Já a população de São Gabriel, mais para o Centro do estado, enfrentou temperatura de 39,3ºC na quarta. Foi a maior já registrada desde o dia 13 de março de 2020, quando os termômetros alcançaram 39,7ºC. A climatologia de janeiro para a cidade é de 31,1ºC.

Em Porto Alegre, fez 33,8°C na quarta. No entanto, já fez mais calor. A maior máxima deste ano ainda é de 37°C no dia 2. Já as tardes mais quentes na capital gaúcha ainda são os 40,6°C nos dias 6 de fevereiro de 2014 e os 40,3°C de 31 de dezembro de 2019. A climatologia de janeiro é de 30,5°C.

LEIA MAIS

Onda de calor na América do Sul pode elevar temperaturas a quase 50 graus

Calorão no RS: termômetros podem chegar a 43°C

Ponte internacional em Uruguaiana, que divide o Brasil e a Argentina

Henrique Dihl / RBS TV

O que está acontecendo

Uma massa de ar seco e quente que cobre o Rio Grande do Sul está elevando as temperaturas em todo o estado – é a "onde de calor". O Inmet divulgou um aviso para a maior parte do Rio Grande do Sul de que a temperatura deve ficar de 3 a 5ºC acima da média para esta época do ano.

"É um período de tempo desconfortável e excessivamente quente. Pode durar vários dias ou várias semanas. A temperatura deve estar acima de 32º C, pelo menos, 5°C acima do normal em partes daquela área durante pelo menos dois dias, ou mais", explica a meteorologista Fabiene.

O estado passa por um bloqueio atmosférico, que impede que as frentes frias passem pelo RS. Não há previsão de chuvas significativas e sim de sol forte por vários dias seguidos.

Meteorologista explica alguns motivos para o calor intenso no RS

"Essa massa de ar seco e quente que está sobre o Rio Grande do Sul deve elevar a marca das temperaturas a patamares bem elevados, mas ainda sim são condizentes para essa época do ano", explica a meteorologista da Climatempo Cátia Valente.

Ainda de acordo com as meteorologistas, o fenômeno La Nina favorece a chuva no Norte e Nordeste do país, enquanto no Sul, ela fica desfavorecida. O ar fica mais seco e as temperaturas mais elevadas, favorecendo o risco de incêndios.

Alerta da Defesa Civil

A Defesa Civil de Porto Alegre emitiu um alerta de onda de calor até o domingo (16). Os índices de radiação ultravioleta atingirão níveis entre 11 e 16, indicando cuidado extremo.

É recomendado que todos que se expuserem ao sol ou a altas temperaturas utilizem roupas frescas, mantenham a hidratação constante (com água ou sucos), façam refeições leves, evitem exercícios entre as 10 e 16h, utilizem protetores solares, chapéus e óculos escuros com proteção UVA e UVB.

Previsão do tempo

Mapas mostram projeção de mais de 40°C no RS

SMAC/Climatempo

A quinta-feira (13) será marcada por muito sol e tempo firme no Rio Grande do Sul. As temperaturas vão continuar muito elevadas no estado, principalmente no interior onde o sol vai brilhar forte ao longo do dia. A umidade relativa do ar vai ficar baixa, principalmente nas horas mais quentes.

Na sexta-feira (14) pancadas de chuva retornam ao Norte gaúcho, mas de forma muito fraca e pontual. O predomínio ainda será de tempo aberto, muito sol e temperaturas altas em grande parte do estado.

Capital: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 37°C

Pelotas: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 19°C e máxima de 33°C

Caxias do Sul: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 18°C e máxima de 29°C

Santa Maria: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 21°C e máxima de 38°C

Santa Rosa: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 24°C e máxima de 38°C

Erechim: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 18°C e máxima de 31°C

Uruguaiana: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 24°C e máxima de 40°C

Torres: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 28°C

Rio Grande: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 32°C

Mostardas: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 24°C e máxima de 34°C

Passo Fundo: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 19°C e máxima de 32°C

Bagé: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 20°C e máxima de 38°C

Tramandaí: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 29°C

Xangri-Lá: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 28°C

Capão da Canoa: Tempo aberto e com poucas nuvens. Mínima de 22°C e máxima de 30°C

São Borja: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 23°C e máxima de 38°C

VÍDEOS: Tudo sobre o RS
Comunicar erro
Sheik Burger

Comentários

Tia carmen