Gruta Azul

Governo do RS assume alimentação de 200 pessoas atendidas pelo MTST após decisão de reintegração de posse

Por Editor em 12/10/2021 às 10:14:30
População será atendida no PopRua a partir da próxima segunda (19). Justiça Federal confirmou, na sexta (8), que Cozinha Solidária deve ser desocupada no bairo Azenha. Ocupantes reivindicam permuta da área com a União ou manutenção do projeto em outro imóvel. Cozinha Solidária fica em imóvel abandonado pela União em Porto Alegre

Allas Derivas/Divulgação

O governo do estado decidiu, nesta segunda-feira (11), que as cerca de 200 pessoas atendidas pelo projeto Cozinha Solidária, no bairro Azenha, poderão buscar alimentação no PopRua a partir da próxima segunda-feira (19).

A Justiça Federal confirmou, na sexta (8), que o imóvel ocupado por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) para a distribuição de refeições gratuitas diariamente deve ser desocupado.

A decisão foi divulgada após uma reunião do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior com representantes do MTST e alguns parlamentares. Os integrantes reivindicam a possibilidade de permuta da área com a União ou a manutenção do projeto em outro imóvel no bairro Azenha.

No entanto, o vice-governador destacou que, como a ação é movida pelo governo federal, o Executivo estadual não é parte do processo. Para que o serviço não seja interrompido, a alimentação do público atendido pelo MTST será transferido para o bairro Praia de Belas (Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, 155).

A Cozinha Solidária é um projeto que integra uma ação nacional com cozinhas em Roraima, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo. Em Porto Alegre, passou a funcionar no dia 26 de setembro.

Segundo Eduardo Osório, integrante da coordenação estadual do MTST, são distribuídas cerca de 150 refeições diariamente, entre 12h e 13h, de segunda a sexta-feira. O objetivo é entregar as marmitas para pessoas em situação de rua, trabalhadores que não consigam voltar para casa e quem mais tiver necessidade.

Nota do governo do RS

O vice-governador, Delegado Ranolfo Vieira Júnior, recebeu nesta segunda-feira (11/10) pela manhã o deputado Edegar Pretto e representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), para tratar sobre a reintegração de posse do prédio público da União ocupado pelo Movimento. O pedido da comitiva era de que o Governo do Estado pudesse intervir para que a área localizada na avenida Azenha, em Porto Alegre, não precisasse ser desocupada. Como a ação é movida pelo Governo Federal, o Executivo Estadual não é parte do processo. Para que o serviço de alimentação prestado para cerca de 200 pessoas não seja interrompido, o Executivo Estadual, por meio da Secretaria de Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social, irá disponibilizar, a partir do dia 19 de outubro, alimentação para a população atendida pelo MTST no PopRua RS, da avenida Aureliano de Figueiredo Pinto.

Vídeos: Tudo sobre o RS
Comunicar erro
Dill Pedras

Comentários

Gruta Azul