Árbitro agredido por jogador no RS deve ficar 3 meses afastado do futebol

Por Ge do Poa em 08/10/2021 às 14:40:31

Médicos ainda devem avaliar na próxima semana se Rodrigo Crivellaro passará ou não por procedimento cirúrgico no pescoço. Árbitro foi agredido por jogador durante uma partida do Gauchão da Série A2. Árbitro agredido por jogador teve alta do hospital na manhã na terça-feira (5)

Reprodução / RBS TV

O árbitro Rodrigo Crivellaro, agredido por um jogador durante uma partida de futebol em Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul, na noite de segunda-feira (4), deverá ficar 3 meses afastado do futebol.

Rodrigo confirmou a informação ao ge. O árbitro ainda deve passar por avaliação médica na próxima quinta-feira (14) para saber se realizará um procedimento cirúrgico ou não.

"Fiz uma ressonância, estou com uma lesão na C6 ali na cervical, na vértebra 6, uma lesão ligamentar. Vou ter que usar esse colar durante 90 dias, em casa, sem trabalhar. Se por acaso ocorrer um deslizamento das vértebras eu vou ter que fazer cirurgia. Espero que não, mas se tiver que fazer, vai ser bem simples", disse.

PUBLICIDADE

GRUTA AZUL


A cirurgia estava marcada para ocorrer na última quinta (7), mas foi reavaliada, conforme o relato de Rodrigo nas redes sociais.

"Eu ia ir pra cirurgia, no fim não precisei. Os médicos analisaram e é um caso que pode ser cirúrgico, pode não ser. Então vou esperar mais uma semana, quinta que vem faço outro raio-x e, a partir desse, espero que mantenha tudo igual e não precise de cirurgia, que vai cicatrizar naturalmente".

Relembre a agressão

Árbitro fica desacordado após ser agredido por jogador na segunda divisão do futebol gaúcho

O fato ocorreu aos 14 minutos do segundo tempo da partida entre São Paulo de Rio Grande e Guarani de Venâncio Aires, como mostra o vídeo acima. Após não ser marcada uma falta, o jogador William Ribeiro reclama com o árbitro, que assinala a infração dele.

Em seguida, William desfere dois chutes em Crivellaro, um deles quando ele já caído no gramado. Ele fica imóvel após sofrer a agressão e jogadores das duas equipes chamam atendimento médico. A partida foi suspensa e retomada no dia seguinte.

William chegou a ser preso em flagrante por tentativa de homicídio ainda na madrugada do dia 5. Ele foi solto no mesmo dia.

Em nota divulgada na quarta (6), a defesa de William disse que "o jogador jamais assumiu o risco ou teve a intenção de matar o árbitro".

Conforme reportagem do ge, o atleta possui antecedentes criminais e histórico de brigas no campo.

PUBLICIDADE



Comunicar erro
Tia carmen

Comentários

ascol