√öltimas Not√≠cias JUSTIÇA

Jogador que chutou árbitro na cabeça durante partida de futebol no RS é condenado por tentativa de homicídio

Por Gervásio do POA 24h

07/02/2023 às 18:51:12 - Atualizado h√°
Ex-atleta do São Paulo de Rio Grande, William Ribeiro teve sentença estabelecida em dois anos e oito meses de prisão, em regime inicial semiaberto. Defesa informou que vai recorrer da decisão. Julgamento aconteceu nesta terça-feira (7) em Ven√Ęncio Aires

Juliano Verardi/DICOM/TJRS

O jogador de futebol que agrediu um √°rbitro com um chute na cabeça durante uma partida da Série A2 do Campeonato Ga√ļcho em 2021 foi condenado, nesta terça-feira (7), a dois anos e oito meses de prisão, em regime inicial semiaberto, por homic√≠dio tentado simples. A qualificadora de motivo f√ļtil foi afastada pelos jurados.

Na época, William Cavalheiro Ribeiro jogava no São Paulo de Rio Grande. A agressão ao √°rbitro Rodrigo Crivellaro aconteceu durante partida contra o Guarani, em Ven√Ęncio Aires, no Vale do Rio Pardo. O julgamento aconteceu no Foro do munic√≠pio e começou às 9h.

Os advogados Gustavo Bretana e Ana Paula Krug, respons√°veis pela defesa do réu, informaram que respeitam a decisão, mas que vão recorrer, tanto em relação ao tempo da pena aplicada, quanto ao regime. O réu poder√° recorrer em liberdade.

Árbitro fica desacordado após ser agredido por jogador na segunda divisão do futebol ga√ļcho

O julgamento

Em depoimento, a v√≠tima, Rodrigo Crivellaro, relatou ao juiz que levou um soco e, quanto ao chute, sabe do que viu em imagens, posteriormente. "Não lembro de nada. Apaguei e lembro de acordar no hospital", afirmou.

A v√≠tima disse ainda que sempre foi "respeitoso com os jogadores" e contou que teve lesão na sexta vértebra, consequ√™ncia da agressão, e precisou usar um colar cervical por 60 dias.

No interrogatório, o réu William Ribeiro admitiu a agressão, mas afirmou que nunca teve a intenção de causar morte. "Eu realmente agredi ele, foi errado", diz Ribeiro. "Me arrependo bastante", disse o réu.

O Ministério P√ļblico pediu a condenação do réu pelo crime de homic√≠dio tentado qualificado, por motivo f√ļtil, com reconhecimento do dolo eventual, o que não foi atendido.

A advogada do réu, Ana Paula Krug diz que o estopim da agressão não foi apenas a advert√™ncia do arbitro. "Partida valia muito. √ānimos estavam quentes", acrescentando o fato de que atividade era o ganha-pão do réu. A defesa pediu afastamento de motivo f√ļtil e que os jurados reconhecessem que não houve tentativa de homic√≠dio.

Jogador agrediu o √°rbitro durante partida em Ven√Ęncio Aires

Relembre

O fato ocorreu aos 14 minutos do segundo tempo da partida entre São Paulo de Rio Grande e Guarani de Ven√Ęncio Aires, no Est√°dio Edmundo Feix. Após não ser marcada uma falta, o jogador reclama com o √°rbitro, que assinala a infração dele.

Em seguida, William desfere dois chutes em Crivellaro, um deles com o √°rbitro j√° ca√≠do no gramado. O juiz fica imóvel após sofrer a agressão, e jogadores das duas equipes chamam atendimento médico.

O √°rbitro foi socorrido pela ambul√Ęncia de plantão no est√°dio e levado ao hospital. Exames posteriores apontaram uma lesão ligamentar em uma vértebra da cervical. O profissional voltou a apitar mais de seis meses depois da agressão.

O São Paulo de Rio Grande rescindiu o contrato com William após o caso.

Árbitro agredido por jogador teve alta do hospital um dia após partida em Ven√Ęncio Aires

Reprodução / RBS TV

V√ćDEOS: Tudo sobre o RS
Comunicar erro
Poa 24 Horas

© 2023 Poa 24 Horas

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Poa 24 Horas