TV NEWS

Veja quem são os presos do RS após invasão da Praça dos Três Poderes

Por Editor em 11/01/2023 às 18:36:11
Entre os presos, estão microempreendedores individuais (MEIs), empresários e professores. Autoridades do estado dizem que participação de gaúchos em atos golpistas é investigada. Criminosos ocupam a Praça dos Três Poderes em meio à fumaça, reprimidos pela polícia em Brasília

Ueslei Marcelino/Reuters

Ao menos nove pessoas do Rio Grande do Sul foram identificadas pelo governo do Distrito Federal entre os presos por envolvimento nos ataques terroristas ocorridos na Praça dos Três Poderes, no domingo (8), em Brasília. A lista de presos passou de 700 nomes nesta quarta-feira (11).

Entre os presos, estão microempreendedores individuais (MEIs), empresários e professores. Veja a lista abaixo.

Suplente de vereador publica vídeo em invasão do Congresso

RS envia 73 policiais da tropa de choque para Brasília

O secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Sandro Caron, afirmou que a participação de gaúchos em atos golpistas é investigada pelo estado. "Saíram ônibus com gaúchos para Brasília, saíram das imediações do Comando Militar do Sul", disse o secretário.

De acordo com o chefe da Polícia Civil do RS, Fábio Motta Lopes, a investigação dos ataques está sendo conduzida por Brasília, mas as forças de segurança do RS estão colaborando com informações. "Há um controle no estado [sobre] quais são os ônibus, quem são os passageiros. Se alguém usou nomes falsos, vamos chegar a essas identificações", afirmou.

Veja quem são os bolsonaristas radicais do RS presos:

Eduardo Zeferuno Englert, empresário de Santa Maria preso em Brasília

Reprodução/Facebook

Eduardo Zeferino Englert, de Santa Maria, na Região Central, tem 41 anos. O empresário chegou a publicar sobre a viagem no Facebook: "Dizia ele, estou indo para Brasília, neste país lugar melhor não há", escreveu em seu perfil. De acordo com o advogado Marcos Azevedo, que representa Eduardo, "o presídio em Brasília não fornece atendimento aos familiares nem ao advogado, que estão sem contato desde o dia 8". Azevedo disse ainda que "nada justifica a demora na realização da audiência de custódia".

Ademir Domingos Pinto da Silva, preso em Brasília

Reprodução/Twitter

Ademir Domingos Pinto da Silva, de Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tem 52 anos. É MEI. Conforme publicações nas redes sociais, já trabalhou com eletrônicos e extintores de incêndio. O g1 não localizou a defesa de Ademir.

Cláudio Antônio Mesquita Peralta, de Bagé, na fronteira com o Uruguai, tem 59 anos. O g1 não localizou a defesa de Cláudio.

João Ramão Moraes Diniz, de Porto Alegre, tem 59 anos. É MEI e já trabalhou como técnico de refrigeração. O g1 não localizou a defesa de João.

Paulo Cichowski, de Pantano Grande, no Vale do Rio Parto, tem 47 anos. Segundo comentários nas redes sociais, é conhecido como "Alemão". MEI, já trabalhou com varejo de móveis e eletrodomésticos. O g1 não localizou a defesa de Paulo.

Ivett Maria Keller, de Santa Maria, na Região Central, tem 57 anos. Conforme perfil nas redes sociais, é sócia de uma revenda de semijoias. Nas redes sociais, ela fez diversas publicações de apoio a Bolsonaro. O g1 não localizou a defesa de Ivett. Contatada pela reportagem, a empresa disse ter conhecimento da detenção dela, mas não quis se manifestar.

Airton Dorlei Scherer, preso em Brasília

Airton Dorlei Scherer, é de Horizontina, na Região Noroeste, e tem 44 anos. É MEI. Nas redes sociais, familiares fizeram postagens sobre a prisão dele. O g1 não localizou a defesa de Airton.

Ressoli Praetorius de Mello, preso em Brasília

Reprodução/TSE

Ressoli Praetorius de Mello, de Passo Fundo, na Região Norte, completa 54 anos nesta quinta-feira (12). Professor de ensino fundamental, foi candidato a vereador pelo PSC em 2012, mas não foi eleito. Na ocasião, o partido compôs chapa com o PT. Consta como usuário da rede social "Pátriabook". O g1 não localizou a defesa de Ressoli.

Jairo Machado Baccin, preso em Brasília

Reprodução/LinkedIn

Jairo Machado Baccin, de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tem 50 anos. É professor de hebraico bíblico, conforme suas redes sociais. Consta como usuário da rede social "Pátriabook". O g1 não localizou a defesa de Jairo.

Comunicar erro
TV NEWS

Comentários

Tia Carmen
Tia carmen