TV NEWS

Internacional ganha do Atlético-GO e volta à vice-liderança do Brasileirão

Pedro Henrique foi o autor dos gols da vitória por 2 a 1 e coloca o colorado na Vice- liderança do Brasileirão

Por Ge do Poa em 20/09/2022 às 03:01:25
Pedro Henrique foi o autor dos gols da vitória por 2 a 1

Pedro Henrique foi o autor dos gols da vitória por 2 a 1

Mesmo fora de casa, o Internacional venceu o Atlético-GO por 2 a 1, voltou à vice-liderança do Brasileirão e se manteve a oito pontos do primeiro colocado. O show ficou por conta de Pedro Henrique, autor dos dois gols colorados. A equipe de Mano Menezes ostenta a melhor campanha do segundo turno: são 19 pontos em oito jogos, um a mais do que os paulistas de Abel Ferreira. No confronto da noite, Mano, de certa forma, surpreendeu. Na dúvida entre Mauricio e Alan Patrick para compor o meio-campo, escolheu os dois. Quem foi para o banco acabou sendo De Pena. Assim, repetiu os titulares que haviam vencido o Cuiabá na rodada anterior.

Quando a bola rolou, o ritmo de jogo foi acelerado e intenso. Antes dos 10 minutos, dois cartões já haviam sido apresentados, para Klaus, do Atlético-GO, e Bustos, do Inter (aliás, seu terceiro, desfalque contra o Bragantino).

Aos 14, o Atlético-GO teve a primeira grande chance. Wellington Rato cruzou na medida, Airton se antecipou a Renê e cabeceou sozinho, na cara de Keiller. Para a sorte do goleiro, a conclusão foi para fora, à direita da trave. No minuto seguinte, outra oportunidade. Churín ganhou de Mercado e foi abafado por Keiller. Ainda assim, pegou o rebote e cruzou, Gabriel afastou parcialmente, Churín recolocou na área e Rhaldney chegou batendo, longe do travessão.

Sem força no meio-campo, especialmente pelas atuações abaixo de Edenilson e Mauricio, o Inter era pressionado. Não conseguia conter o Atlético-GO e só ficava com a bola quando Alan Patrick dominava.

Pois no meio da pressão dos goianos, foi o Inter quem abriu o placar. Eram 27 minutos quando Alemão pegou a bola pelo meio, em direção ao ataque. Ganhou tempo, espaço e entregou para Pedro Henrique, na esquerda. O ponta trouxe para dentro, se livrou de Dudu e encheu o pé. A bola ainda desviou na defesa e enganou o goleiro: Inter 1 a 0.

A partida parou para a reidratação. E quando voltou, os colorados agradeceram. Aos 33, escanteio pela esquerda. Alan Patrick cobrou mal, mas a zaga afastou em seus pés. Ele devolveu para Alemão, que tentou driblar para o meio, mas foi desarmado. A bola ficou para Mauricio, em condição legal, pela esquerda. O meia bateu cruzado e Pedro Henrique apenas deixou a bola bater em seu corpo e entrar. O gol foi checado, rechecado, analisado, aproximado, detalhado e, sete minutos depois, confirmado: 2 a 0.

Não houve trocas no Internacional para o segundo tempo. E o panorama foi semelhante ao do começo da partida: pressão do Atlético-GO, bola viajando na área colorada e a defesa, bem postada, afastando tudo, espaço para contra-atacar. Aos sete minutos, apareceu o primeiro. Alan Patrick pegou a bola no campo de defesa e partiu com Alemão e Pedro Henrique acompanhando. O meia, porém, se atrapalhou um pouco na condução e atrasou a jogada. Também por isso, o passe para o centroavante acabou um pouquinho fora de tempo. Alemão até conseguiu concluir, mas abafado por Renan, que fez ótima defesa.

TABELA BRASILEIRÃO 2022

Na falta de aproveitamento dos espaços, o Inter acabou cedendo a oportunidade que o Atlético-GO esperava. Aos 18, Airton foi lançado pela direita, ganhou de Renê e cruzou rasteiro. Vitão não acompanhou corretamente e Churín, pela segunda vez na temporada, fez gol no Inter: 2 a 1.

A redução da vantagem fez Mano mexer no time. Entraram Liziero e De Pena, saíram Alan Patrick e Edenilson. A pressão dos donos da casa seguiu intensa. Pelos lados do campo, o Atlético-GO insistia em levantamentos para Churín.

Exaustos, Pedro Henrique e Alemão deram lugar a Braian Romero e David. Os dois deram novo fôlego ao ataque e até construíram algumas ações, mas faltava conclusão. Nos minutos finais, Mano entendeu a pressão dos goianos e fez a última troca, desta vez, de olho na defesa. Ele tirou Mauricio e colocou Rodrigo Moledo.

Aos 40, o Inter teve a chance de matar a partida. Em um contragolpe bem elaborado e armado por Romero, David recebeu na ponta esquerda e cruzou. O centroavante errou o cabeceio, sozinho, e colocou para fora. No lance seguinte, quem se escapou foi o Inter. Léo Pereira avançou pela direita e cruzou rasteiro. Ricardinho, ex-Grêmio, igualmente sozinho, chutou por cima.

Entre sustos e entrega, o Inter resistiu e voltou para Porto Alegre com mais três pontos. Agora, serão dois jogos no Beira-Rio para tentar tirar a diferença para o Palmeiras.

Brasileirão - 27ª rodada - 19/9/2022

Atlético-GO
Renan; Dudu, Lucas Gazal, Klaus e Arthur Henrique (Ricardinho, 34'/2ºT); Willian Maranhão, Rhaldney (Marlon Freitas, 15'/2ºT) e Shaylon (Kelvin, int.); Airton (Léo Pereira, 40'/2ºT), Churín e Wellington Rato.
Técnico: Eduardo Souza (auxiliar técnico)

Inter
Keiller; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Edenilson (Liziero, 23'/2ºT), Mauricio (Moledo, 40'/2ºT) e Alan Patrick (De Pena, 23'/2ºT); Pedro Henrique (David, 31'/2ºT) e Alemão (Braian Romero, 31'/2ºT).
Técnico: Mano Menezes

Gols: Pedro Henrique, aos 27 e aos 33 minutos do primeiro tempo; Churín, aos 18
Cartões amarelos: Klaus, Rhaldney, Ricardinho (A); Bustos, Pedro Henrique (I)
Local: Estádio Antonio Accioly, Goiânia
Público e renda: não divulgados
Arbitragem: Edina Alves Batista (FIFA), auxiliada por Neuza Inês Back (FIFA) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA). Trio paulista. VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR/FIFA-RJ)

Comunicar erro
TV NEWS

Comentários

Tia Carmen
Tia carmen