TV NEWS

Professor é indiciado por estupro de vulnerável e importunação sexual contra alunas em Alvorada

Por Editor em 15/08/2022 às 17:08:19
Homem foi solto na sexta-feira (12) após a defesa ingressar com um recurso contra a prisão preventiva. Ao menos quatro estudantes denunciaram professor à polícia. Professor é preso preventivamente, em Alvorada.

Polícia Civil/Divulgação

Um professor da rede estadual de ensino foi indiciado, nesta segunda-feira (15), por importunação sexual e estupro de vulnerável contra alunas em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Foram três casos de importunação e um de estupro de vulnerável, já que a estudante tinha 13 anos na época do ocorrido, segundo a Polícia Civil.

O homem, que chegou a ser preso preventivamente no dia 6 de agosto, foi solto na sexta (12) após a defesa entrar com um recurso judicial. Em depoimento à polícia, ele negou os relatos.

Quando a investigação policial foi iniciada, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) afastou o servidor de suas funções.

Casos de importunação sexual contra menores aumentam quase 50% no 1º semestre no RS

De acordo com a delegada Samieh Saleh, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Alvorada, duas estudantes denunciaram o professor à polícia no final de julho. Após a repercussão do caso, outras duas alunas procuraram a DEAM, relatando casos semelhantes ocorridos entre 2017 e 2019.

As jovens disseram à polícia que o professor forçava carícias, abraços e beijos nas alunas. Há informações em atas escolares de que os fatos teriam ocorrido há pelo menos sete anos nas três escolas que ele trabalhou, segundo a DEAM.

À RBS TV, a mãe de uma das estudantes disse que a filha estava traumatizada com o caso. "A minha filha não se estabilizou. Ela continua ainda traumatizada", afirmou.

Casos de importunação sexual em jovens aumentaram 50% no primeiro semestre do ano

VÍDEOS: Tudo sobre o RS
Comunicar erro
TV NEWS

Comentários

Tia Carmen