Água de rompimento de adutora em Porto Alegre não oferece risco de choque, diz Dmae

Expectativa é que trabalhos em local sejam finalizados ao longo do dia, se condições climáticas forem favoráveis 10/05/2022 | 11:32

Por Editor em 10/05/2022 às 11:53:50
Rompimento de adutora começou antes do sol nascer em Porto Alegre | Foto: Ricardo Giusti

Rompimento de adutora começou antes do sol nascer em Porto Alegre | Foto: Ricardo Giusti

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) trabalha nesta terça-feira em conserto emergencial de uma adutora que rompeu em Porto Alegre, entre as ruas Engenheiro Luiz Englert e Loureiro da Silva, nas imediações da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e o Parque da Redenção. Segundo o Dmae, as equipes constataram que não há existência de corrente elétrica na água, o que não oferece riscos de choque a quem passa pela região.

Segundo informações preliminares, o problema começou por volta das 4h30min. Os bairros afetados pelo serviço são Farroupilha e Centro Histórico, e a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos ao longo do dia, dependendo das condições climáticas. Após o término dos serviços, o abastecimento de água será retomado, podendo levar mais tempo nas áreas mais afastadas da rede.

A Empresa Pública de Transporte Pública de Transporte e Circulação acompanha os trabalhos e estão orientando os motoristas no local para que possam trafegar em segurança.

Fonte: Correio do Povo

Comunicar erro
anuncio

Comentários

Tia carmen