sheik
casa da linguiça
Mundo Animal

Quais os cuidados com os animais para sair à rua nesses dias de crise na saúde pública

O Gabinete da primeira dama de Poa, indica que através da inscrição de voluntários, os cuidadores e passeadores poderão auxiliar idosos e pessoas em grupo de risco ou com saúde debilitada nas compras de alimentos, ração e passeios com seus animais.

26/03/2020 15h12Atualizado há 4 dias
Por: Redação
97
Pessoas que não podem evitar sair com seus cães ou atuam como passeadores voluntários ou inscritos na plataforma Corona Vírus Pet, em apoio a tutores de animais com mais de 60 anos, precisam tomar cuidados extras de distanciamento e higiene.
A coordenadora do setor de cirurgia da Unidade de Saúde Animal Victória (Usav), médica veterinária Camila Monteiro, alerta que, quando surgir a necessidade de ir às ruas, o primeiro passo é manter horários alternativos, como as primeiras horas da manhã ou após às 21h.
 
“E nas calçadas, manter distância de no mínimo dois metros entre outros passeadores e atravessar a rua caso tenha muita gente, evitando contatos”, adverte. Durante a caminhada, o passeador não deve tocar em nada e, ao retornar para devolver o animal ou entrar em casa, ter consigo um pano com álcool e limpar as maçanetas tocadas.
Em casa, o pet deve ter suas patas higienizadas com álcool gel ou sabão. “Não esquecer de deixar as coleiras e sapatos higienizados e separados em algum lugar reservado para reutilização,” conclui Camila.
 
Ajuda Coronavírus Pets – A iniciativa do gabinete da primeira dama Tainá Vidal é uma versão do site criado pelo analista de sistemas Pedro Viana. Através da inscrição de voluntários, auxilia idosos e pessoas em grupo de risco ou com saúde debilitada nas compras de alimentos, ração e passeios com seus animais.


#poa24hs
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.