casa da linguiça
sheik
Investigação

Polícia tem um suspeito do assassinato de tenente da reserva da BM morto em Viamão

Militar da reserva, Jairo Chagas Pires foi morto a tiros quando chegava em casa na sexta-feira de Carnaval

28/02/2020 13h26Atualizado há 1 mês
Por: Redação
223

A Polícia Civil (PC) de Viamão, na região Metropolitana, já tem um suspeito do assassinato do 1º tenente da reserva da Brigada Militar, Jairo Chagas Pires, 60 anos. Ele foi morto na sexta-feira de Carnaval quando chegava em sua casa na rua Assunção, localizada no bairro Jardim Universitário. Ele chegou a ser socorrido pelo filho, que escutou os disparos, e encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu poucas horas depois.

O Guilherme Calderipe, titular da Delegacia de Homicídios do município, diz que as investigações não apontam qualquer indício de que o crime tenha sido um latrocínio (roubo seguido de morte). “Desde o primeiro momento ficou evidente que seria homicídio e nada indicava situação de latrocínio.” O que as investigações apontam até o momento é que Pires foi morto em razão de um acerto de contas de um familiar. Calderipe não entrou em detalhes sobre qual seria a dívida em questão. 

www.carmensclub.com.br

Calderipe diz que agora o foco é saber se havia uma segunda pessoa envolvida no assassinato. Ele ainda não pediu a prisão de ninguém, mas acredita que poderá solucionar o caso. “Estamos avançando na investigação, espero que na semana que vem tenhamos mais novidades, mas tudo indica que em pouco tempo teremos mais elementos.”

Poucos dias após a morte de Pires, um homem suspeito se apresentou à polícia acompanhado do seu advogado. Diante dos policiais, ele negou o fato e foi liberado após prestar depoimento. Ele decidiu ir procurar a polícia após escutar seu nome em uma áudio que circulava pelo Whatsapp no qual era citado o seu apelido.

#poa24hs

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.