sheik
casa da linguiça
Apelo de Mãe

'Eu quero ver esse monstro na cadeia', afirma mãe da modelo camaquense morta no México

Maria Luiza Vargas lamentou os 23 dias de “luta e tortura” e cobrou justiça em entrevista

25/02/2020 14h41Atualizado há 1 mês
Por: Redação
187

O corpo da camaquense Vanessa Vargas Ribeiro, 33 anos, foi velado nesta segunda-feira (24). A reportagem da emissora conversou com a mãe da vítima, Maria Luiza Vargas, que mesmo abalada com a situação cobrou justiça sobre o caso.

<p><img src="http://poa24horas.com/envios/2020/02/25/3b8fa0955eec32d4131377961705700bf2746542.jpg" style="float: left; width: 100%; margin: 10px 0;" /></p>

Segundo a mãe da modelo, ter a possibilidade de velar a filha é uma “vitória”, mas espera que seja feita justiça: “23 dias de luta e tortura, agora eu quero justiça. Esse monstro matou ela”, afirma. A mãe que contou ter dificuldades financeiras relembrou a personalidade da filha: “chamo ela de minha mãe, desde os 18 anos ela me sustentava”, destaca.

O avião com o corpo da modelo deixou o México nesse domingo (23), chegando ao Rio Grande do Sul no início da manhã de hoje. A morte de Vanessa está sendo tratada como feminicídio.

O principal suspeito do crime é o namorado da modelo, o empresário Eugenio Kuri, que segue foragido.

Os atos fúnebres estão sendo realizados na sala n° 1 da Funerária Jardim. O sepultamento será realizado as 17h, no cemitério Bom Pastor.

Relembre o caso da morte da modelo, Vanessa Vargas Ribeiro

#poa24hs

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.