casa da linguiça
sheik
sheik
FEMINICÍDIO

Modelo gaúcha morre ao ser jogada do terceiro andar de um prédio no México

Vanessa Vargas Ribeiro, natural de Camaquã, foi encontrada morta na terça-feira, 4, na capital mexicana, onde atuava profissionalmente como modelo e promoter em eventos.

06/02/2020 15h48Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
1.060

A modelo Vanessa Vargas Ribeiro, natural de Camaquã, foi encontrada morta na terça-feira, 4, na capital mexicana, onde atuava profissionalmente como modelo e promoter em eventos. Ela teria sido morta no sábado, 1º, mas o corpo só foi encontrado três dias depois, por familiares e amigos. O principal suspeito é o ex-namorado da jovem, Eugênio Kuri, que está foragido.

De acordo com a sobrinha de Vanessa, Kaiene Fonseca Lopes, a família perdeu contato com a modelo já no dia da morte. Uma funcionária que trabalhava com ela estranhou a falta de Vanessa e comunicou a família e amigos da jovem, que iniciaram buscas em delegacias, hospitais e necrotérios.

O corpo foi localizado na terça-feira, em um necrotério da Cidade do México. A família tentou contato com o namorado da modelo, mas as ligações foram bloqueadas pelo homem. A polícia mexicana trata o caso como suspeita de feminicídio. Imagens das câmeras de segurança do prédio vizinho teriam registrado o empresário empurrando Vanessa do terceiro andar do edifício onde ele mora.

Além disso, a família da modelo solicitou ajuda à Policia Federal e ao Itamaraty para dar inicio aos trâmites para translado do corpo. Deverão viajar para a Cidade do México a mãe de Vanessa e um amigo da família que fala espanhol.

#poa24hs

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.