sheik
casa da linguiça
sheik
Investigação

Polícia Federal investiga desvios no extinto Ministério do Trabalho

Operação Gaveteiro apura desvios de mais de R$ 50 milhões

06/02/2020 14h44Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
39

A Polícia Federal (PF)  realizou, na manhã desta quinta-feira, uma ofensiva em cinco estados do País, incluindo o Rio Grande do Sul. A ação faz parte da Operação Gaveteiro, que investiga desvios feitos no extinto Ministério do Trabalho durante a contratação de uma empresa de tecnologia da informação. O contrato aconteceu em Brasília, no Distrito Federal, e nos demais estados investigados, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Rio Grande do Norte.

Estão sendo cumpridos 41 mandados de busca e apreensão e dois de prisão em diversos endereços nesses estados. Também foi determinado pela Justiça Federal o bloqueio de aproximadamente R$ 76 milhões das contas dos investigados, que também estão proibidos de deixar o país.

Um relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que apontou a contratação com uma forma de esconder as ações de uma “Organização Criminosa” que atuava no Ministério. De acordo com a CGU, o grupo atuou de 2016 a 2018 e desviou mais de R$ 50 milhões.

Os serviços contratados eram de gerenciamento de sistemas informatizados do órgão, os quais deveriam detectar fraudes na concessão do seguro-desemprego. Os suspeitos poderão responder por peculato, organização criminosa, fraude à licitação, falsificação de documento particular, corrupção ativa e passiva. As penas podem chegar a 40 anos de prisão.

#poa24hs

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.