sheik
casa da linguiça
sheik
GOLPISTAS

Polícia Civil prende estelionatário que dava golpes em moradores de Canoas e Sapucaia do Sul

A estimativa é que ele tenha causado prejuízo de quase R$ 300 mil em golpes

16/01/2020 15h26Atualizado há 2 semanas
Por: Fabrício Vieira
Fonte: Agência GBC
173

Um criminoso que era estelionatário e praticava golpes financeiros foi preso na manhã desta quinta-feira (16) durante a Operação Ictus, em Sapucaia do Sul. Além da cidade, os policiais da 3ª Delegacia de Polícia de Canoas, também cumpriram ordens judiciais no bairro Mato Grande.

A imagem pode conter: texto que diz

O bandido, que não teve nem o nome e a idade divulgados por causa da lei de abuso de autoridade, se passava por diversos profissionais para aplicar golpes. Ele se identificou como policial, funcionário do poder judiciário, agente penitenciário e até como atirador de elite. “Ele usava as profissões para passar ilusão às vítimas de que ele tinha acesso a produtos que seriam leiloados. Isso também é trafico de influência”, comentou o titular da 3ª DP, delegado Rodrigo Caldas, que ressalta o combate a esse crime e aos de estelionato e falsificação de documentos na operação.

Uma das vítimas do criminoso era um idoso de 80 anos, morador do bairro Igara, em Canoas. Ambos se conheceram em uma igreja e o bandido contou a história de que trabalhava com veículos apreendidos que seriam leiloados e que poderia conseguir por um valor menor ao idoso. Com isso, a vítima foi até a casa do criminoso e entregou R$ 45 mil para adquirir o carro. A partir dessa ocorrência, a investigação começou a acompanhar os passos do estelionatário.

Em outro caso, o criminoso estava na cidade de Penha, em Santa Catarina, quando conheceu um homem de São Paulo que era proprietário de uma revenda de veículos. Ele ofereceu nove carros e levou R$ 80 mil. “Para essa vítima, ele contou até que morava em Sapucaia do Sul. Em todos os casos, ele deu o nome verdadeiro”, relata o delegado.

O preso não tinha filtros para escolher as vítimas. Uma, foi um detetizador que foi até a casa do criminoso para fazer um serviço no local. “O bandido não pagou o serviço”, comenta Caldas. Porém, além desse prejuízo, o trabalhador pagou R$2,7 mil para adquirir um Honda Fit que estava em poder da justiça.

Desde 2016, o criminoso praticava golpes em Canoas, Novo Hamburgo e em Sapucaia do Sul. Ele já era conhecido da polícia por ter uma extensa ficha criminal e já sofreu duas tentativas de homicídio.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários